O mundo das máscaras

 

Um indício seguro de barbarismo num povo é a atenção excessiva concedida aos sinais convencionais de boa educação e o desprezo ou ignorância dos princípios básicos da convivência que constituem a essência mesma da boa educação. O bárbaro, o selvagem, pode decorar as regras e imitá-las na frente de quem ele acha que liga para elas. Mas não capta o espírito delas, não percebe que são apenas uma cartilha de solicitude, de atenção, de bondade, que pode ser abandonada tão logo a gente aprendeu o verdadeiro sentido do que é ser solícito, atencioso e bom. – Olavo de Carvalho

Bom senso é como dinheiro: Quase todo mundo tem menos do que o necessário e no final do mês sempre está faltando. Todo mundo sabe disso e se existe alguém que não lembra, o universo vai fazer questão de te lembrar essa semana ainda com alguém falando mal de uma amiga de tua namorada na frente dela ou qualquer coisa do gênero. Isso existe desde sempre e se Íxion tinha coragem de pegar a mulher de Zeus e ainda sair espalhando podemos retraçar alguns milênios de insanidade na raça humana.

Continuar lendo

Argumentos falhos que todos os idiotas sempre usam: Desigualdade econômica/social

Hoje vou ser polêmico, mas prometo que vou fundamentar bem o que eu quero dizer. Não é exatamente estranho ver pessoas inteligentes falando em desigualdade social pura e simplesmente porque não se parou pra pensar sobre o que isso significa. O fato inegável e que vou repetir o texto inteiro é bem simples: Distribuição de renda não é um problema, nunca foi e nunca será. Para tal, prometo não encher o texto de termos difíceis ou autores. Pretendo fazer um texto simples que mostre a obviedade do fato até para uma pessoa de dez anos.

Antes de qualquer coisa, pensemos na relação entre riqueza e dinheiro. Um conceito básico que não devemos esquecer NUNCA é que dinheiro é um meio, não um fim. Com dinheiro você compra as coisas, ele é o objeto que você vai usar para conseguir RIQUEZA. Consideremos uma bala de dez centavos. Sua moeda de um real é só um meio para comprar a bala. A função do dinheiro é somente facilitar as trocas de bens. Tendo em vista isso, quando ocorre uma variação de preço em todos os produtos, seja para mais (inflação) ou para menos (deflação), não foi as coisas que encareceram ou diminuiu, mas o próprio valor do dinheiro que mudou.

Ou de forma resumida: Sendo o dinheiro um meio para comprar as coisas, se tudo fica caro, é o dinheiro que desvalorizou. Ou seja: Por mais que o valor nominal (aqueles números impressos na nota ou moeda) não mudem, seu valor real é variável.

Continuar lendo

Dicas do gordo – Como ir ao supermercado sem passar raiva

Existem algumas situações negativas que o ser humano tem que experimentar em sua  vida, para se tornar adulto. Enquanto em algumas tribos o rito corresponde a fatiar seu bem mais importante e arriscar o segundo mais importante que detêm (o orgão sexual e a vida, respectivamente), no “mundo civilizado” passamos por experiências mais leves, mas ainda assim ruins, como ter que resolver problemas de documentos em orgãos públicos, ser obrigado a trabalhar para comprar doritos, coca-cola e pra pagar a internet e por ai vai.

Mas existe 3 coisas que indicam que você se tornou adulto: pagar contas, fazer compras e sofrer por amor.

O 1° e o 3° são auto-explicativos, mas o segundo levanta confusões. Como assim é ruim fazer compras?

Não falo de comprar roupa/jogos e qualquer coisa relacionado a lazer. Falo de comprar comida não pronta, produtos de limpeza e todas aquelas coisas que são necessárias e que te dão mais trabalho quando chegar em casa. E para evitar que você sofra, farei um manual de como ser um cliente inteligente, que consegue resolver seus problemas com facilidade num supermercado. Vamos lá:

hiper-11

Se você ao ver essa imagem, já fica impaciente, imagina o funcionário como tá…

Clique aqui senão próxima vez que for à um supermercado, pegará um caixa em treinamento

Midia Golpista! Governo Golpista! Oposição Golpista! Todo mundo dá golpe. Adivinhe quem apanha…

Esse mês a coisa pegou aqui no Brasil. Revoltas, milhares de pessoas apanhando da polícia por protestar e a cada dia vinha mais gente. E ai aparece a Dilma, falando besteira atrás de besteira. Mas uma dessas besteiras o pessoal ainda não entendeu. O assunto da semana passada e dessa é sobre golpe de estado. Alguns falam em relação aos reacionários estarem preparando um golpe militar, como o de 64, outros falam no desejo da esquerda de fazer um golpe tipo a Revolução Russa. Tem os que acham que vai ser um “golpe democrático” tipo o chavismo da Venezuela. E alguns gritam atoa, sem saber exatamente quem eles consideram inimigos. Ficam como imbecis gritando “ISSO ESTÁ ERRADO!” mas não sabe o que é que está errado, porque está errado e quem pode corrigir.

CALMA! Na verdade ficar um pouco nervoso é bom, mas não entre em pânico ainda. Acho que raiva e indignação são sentimentos melhores para o momento. Melhor perceber que foi feito de besta do que ser massa de manobra. Não se trata de impor uma ditadura. Se trata de fazer retrocessos. Mas antes de mais nada é necessário entender 3 conceitos: Quorum de aprovação, Poder Constituinte e Emenda Constitucional.

Continuar lendo

Argumentos falhos que todos os idiotas sempre usam: “Com tanta coisa mais importante pra se preocupar…”

As pessoas são egoístas. O estado natural da humanidade(talvez de outros animais também) é tentar fazer o que é melhor para nós e os outros que se fodam, afinal são somente outras pessoas que não você. Apesar das pessoas desejarem que todas as outras se fodam(ou talvez justamente por isso) criamos a civilização. A civilização nada mais é do que uma massa de seres incapaz de pensar por si só que tenta ser superior á outras civilizações. E para conseguir essa superioridade precisa-se, além de sobrepujar os outros povos, melhorar a estrutura interna da massa. É por isso que as pessoas  tentam melhorar as coisas pros outros, por causa que desejam que o coletivo melhore.

Entretanto, algumas pessoas acham que para se resolver vários problemas, você tem que fazer por passos. E ai chegamos ao argumento tolo e extremamente usado que será objeto desse texto: A questão da prioridade. Afinal enquanto existir pessoas morrendo de fome, não podemos pensar em criminalização da homofobia, a questão do aborto e etc.

Se eu gostasse de sugar catramalhos, usaria o Ironic Wonka aqui...

Criando um mundo melhor, você está fazendo isso errado

Cada vez que você clicka em um link, nasce um Chinês pobre

Incostitucionalidade das Cotas: Porque o STF vai tirar o seu da reta

Cotas é um assunto que trás muitas emoções para as pessoas da minha idade. Eu vivi isso ano passado, ao ver pessoas extremamente desesperadas, porque sabia que se a concorrencia era dificil antes, estava FODA em 2011. Ultimo ano de Vestibular seriado(feito ao final de cada ano com assunto somente do ano em questão) e o inicio das cotas. Inclusive tem pessoas que sentem uma tristeza gigante até hoje por causa do vestibular(Oi Lu, ainda lê meu blog?). Então eu como classe média alta, branquelo e sem direito sequer a citar as palavra cota mais de 3 vezes por parágrafo, OBVIAMENTE não serei imparcial. Aliás, se quiser ver parcialidade vá assistir Jornal Nacional(RISOS) ou então ler a Veja(RISOS MUTIPLOS).

A piada é boa, mas ninguém entendeu...

Vamos estudar direito constitucional hoje?

Excelentissímo leitor, poderia a suntuosa pessoa, por obséquio, clickar neste hiperlink?

Argumentos falhos que todos os idiotas sempre usam: “Isso é algo nazista”

Eu gosto de discutir. Na verdade eu gosto de conversar, sou um free talker do caralho, tanto que por falta de pessoas dispostas a escutar 700 palavras minhas sobre um mesmo tema, fiz um blog.(que está bombando, ou então o pessoal gostou tanto de minhas criações do minecraft que manipularam o algorítimo do google para fazer ele pensar que aqui tem algo relevante…)

Infelizmente, o mundo da discussão internética não é só sobre gostar ou não de Doritos, biscoito vs bolacha e mamilos rosados. Existem muitas discussões de baixo nivel(para não dizer completamente inuteis) que só servem para ser espaço onde pessoas com retardo mental avançado(beirando a anencefalia) que, apesar de conseguir digitar algo parecido com português, são incapazes de fazer 2 frases com alguma coerência. E como não conseguem raciocinar usam seus argumentos universais que podem se aplicar a qualquer discussão. E hoje vamos falar de um dos mais conhecidos argumentos desse tipo:  “Essa justificativa que você usou no seu argumento apoiaria o holocausto  nazista”.

Esse texto criará o ditado: De nazista e bobo, todo argumento tem um pouco...

Se você for ariano, ganhará chocolate, se for judeu ganhará bala.

Clique aqui e busque conhecimento

E na hora da morte todo mundo é fã…

Admita que a resposta é não

Sem contexto nenhum, você saberia dizer quem é esse cara que você é fã?

É sempre a mesma porra no Brasil(e no mundo todo aliás). Morre alguém em circustâncias trágicas, ou uma pessoa que é ou já foi conhecida, todo mundo fica comentando e declarando “luto”, se dizendo “triste”. É incrível a capacidade humana de fingir ser, ter e sentir algo sem nenhum objetivo, ganho ou conforto por causa disso.

Clique aqui e seja feliz