A prefeitura

 

Um grande homem se tornou prefeito da maravilhosa cidade de Lugar Nenhum, com 10 mil habitantes. O prefeito é um amor de pessoa. Competente, honesto e corajoso. Um verdadeiro herói dos tempos modernos. O governo estadual lhe repassa um milhão de dinheiros por mês e com sua habilidade de manejar as contas públicas, criou duas maravilhas: Uma escola pública de qualidade e um belíssimo hospital.

Só que Lugar Nenhum faz divisa com Filhadaputopólis, de 100 mil habitantes, e Nova Caralhinhos, com 50 mil. Ora, tendo um bom hospital de graça a 15km, quem vai querer ficar nos hospitais ruins dessas duas cidades? Todo mundo das cidades vizinhas foram conhecer aquelas belíssimas construções e a população da região se sentia confiante que agora a grande República do Bananal iria finalmente se desenvolver. Agora vai meu fí!

Continuar lendo

Anúncios

O mundo das máscaras

 

Um indício seguro de barbarismo num povo é a atenção excessiva concedida aos sinais convencionais de boa educação e o desprezo ou ignorância dos princípios básicos da convivência que constituem a essência mesma da boa educação. O bárbaro, o selvagem, pode decorar as regras e imitá-las na frente de quem ele acha que liga para elas. Mas não capta o espírito delas, não percebe que são apenas uma cartilha de solicitude, de atenção, de bondade, que pode ser abandonada tão logo a gente aprendeu o verdadeiro sentido do que é ser solícito, atencioso e bom. – Olavo de Carvalho

Bom senso é como dinheiro: Quase todo mundo tem menos do que o necessário e no final do mês sempre está faltando. Todo mundo sabe disso e se existe alguém que não lembra, o universo vai fazer questão de te lembrar essa semana ainda com alguém falando mal de uma amiga de tua namorada na frente dela ou qualquer coisa do gênero. Isso existe desde sempre e se Íxion tinha coragem de pegar a mulher de Zeus e ainda sair espalhando podemos retraçar alguns milênios de insanidade na raça humana.

Continuar lendo

O sonegador de leões

 

“O Brasil cobra muito imposto porque o pessoal sonega muito.”
“O imposto no Brasil é abusivo e por isso a sonegação é justa.”

Antes de rebater essa frase, você sabe o nome de todos os impostos em vigência no país? Existem muitos. Desses tem alguns que a competência da cobrança é fácil de saber, como o IPTU que é municipal, só que tem uns mais confusos, como o ICMS.

390677_517924388242896_1939890713_n

O ICMS varia de acordo com o estado, com o tipo de produto (e existem centenas, talvez milhares de classificações de NCM), existe a questão do crédito para se analisar e ainda existe, além do ICMS, o ICMS antecipado. Esse crédito existe porque o ICMS é cobrado em cima do próprio ICMS as vezes, assim como em cima do PIS e CONFINS, que também são variáveis a depender do produto e além desses 3, temos que lembrar do IPI que além de todos esses detalhes de classificação, pode, através de medidas provisórias, mudar de valor de uma hora para a outra.

E nisso já temos um fluxograma de pelo menos umas 5 folhas com umas 100 laudas de apêndice com 4 impostos. Ai você vai adicionando os impostos sobre a carteira de trabalho, que é repassado ao preço do produto, assim como outros tantos e tantos impostos que se acumulam e se relacionam entre si. Pra variar, todos os dias editam regras através de leis federais, estaduais, municipais, decretos, portarias e etc.

Então temos inúmeras leis, que ninguém conhece todas e que mudam TODOS OS DIAS,, além disso, graças a burocracia, erros ocorrem o tempo todo, de forma que é necessário, quando a fazenda percebe um erro, que o empresário recorra e aqui cairemos em processos de 300 mil tecnicalidades, ações de inconstitucionalidade, declarações de ilegalidade e um sem fim de recursos, cada um cheio de inúmeras coisas a se analisar e inúmeros prazos de forma que vejamos o panorama final:

A fazenda não tem como investigar, porque simplesmente nem tem como exatamente perceber o que está certo ou errado, basicamente eles só vão investigar o que está óbvio e mesmo assim não acham.

O empresário não tem como pagar os impostos porque nem ele, nem seus contadores e nem seus advogados entendem exatamente o que está ocorrendo. Se por um acaso, o governo multá-los é que vão procurar entender aquele ponto pra ganhar o processo.

Então, temos um cenário que o governo não entende o sistema tributário, o empresário não entende, os profissionais também não. Considerando que fiz o resumo mais simplificado da situação tributária nacional, deu quinhentas palavras, que tal se, antes de discutir se está alto ou baixo, se é uma desobediência civil justa ou se é um atentado ao estado democrático de direito, simplificássemos um pouco as coisas para, sei lá, alguém entender exatamente do que está falando?

Não adianta, no cenário atual, discutir a questão penal da sonegação, seus efeitos na administração, a economia nacional ou até mesmo a questão da informatização e do SPED Fiscal, se você simplesmente é incapaz de saber exatamente o que está sendo cobrado. O governo e os empresários fazem as contas hoje, sem saber os números e não atoa, sai tudo sempre errado. Ou o governo é processado para restituir algo que foi cobrado indevidamente, ou o empresário é processado por sonegação.

Mas esse é o país que cobra 53% de imposto na gasolina, produto de monopólio ESTATAL e por achar que ela está muito cara, ao invés de, sei lá, baixar os impostos, dá subsídio. Esperar que a galera lá do governo saiba fazer contas é pedir demais. E ainda tem gente que diz que se surpreende como o Brasil consegue, com tanta riqueza, ser tão ruim. Eu me surpreendo o quanto ele ainda consegue acertar com tanta incompetência.

Porque Neymar merece ganhar mais do que um paramédico

10264936_744613985602051_149903027751085378_n

Disclaimer: Esse texto foi postado no facebook, como um comentário à imagem acima. Como muitas pessoas, inclusive eu, gostaram do resultado, postarei ele aqui, para que eu não precise reescrevê-lo, para que não se perca e etc. Dei uma aprimorada nele, já que os comentários do facebook não são tão bons para escrever. Enjoy! Ah sim, leia de mente aberta, talvez você consegua entender um pouco as coisas…

Continuar lendo

É o amor…


“Amor é acordar o companheiro de manhã com um boquete” – Israel Nobre

Se eu fosse fazer alguma aposta com alguém de  “qual o termo mais usado na história da humanidade, considerando todas as variações de todos os idiomas, eu chutaria “amor”. Esse sentimento é, de modo geral, algo perene em nossa cultura. E tal qual reacionário “beleza”, normalmente as pessoas são incapazes de conceituar um termo que usam diariamente.

Antes de mais nada, admito que gosto de pensar sobre coisas desnecessárias. Provavelmente, o que está escrito aqui, se é que você vai chegar ao final, não vai fazer diferença nenhuma em sua vida. Também admito que sou um analfabeto filosófico e alguém provavelmente já falou o que eu disse. Então, se quiserem continuar esse texto, tenham em mente essas coisas:

1° – Esse texto não é uma verdade inexorável, é só minha visão.

1.5° – Inexóravel se pronuncia “inêzôrávéu” e você sempre esteve errado.

2° – Nada do que for escrito aqui tem embasamento em escola filosófica, psicológica ou neurológica nenhuma. É só um pensamento livre de uma mente burra (ou como prefiro, filosoficamente não contaminada, porque pensar com a conclusão dos outros é fácil). Dito isso, prosseguirei.

cthulhu

 

Continuar lendo

Sobre o radicalismo musical, plágios e o egocentrismo…

Um substantivo é um termo que define um ser ou uma coisa. E é inerente à linguística a habilidade de passar juízo de valor através da conceituação de termos. Para algumas pessoas, o conceito de uma pessoa musicalmente eclética é uma pessoa aberta a novas possibilidades, que não restringe, através de preconceitos, o conhecimento de novas músicas. Por outro lado, ecléticos podem ser definidos como pessoas indecisas e sem senso crítico, que gostam de tudo.

Dito isso, admito que sou uma pessoa de gosto (e desgosto) musical extremamente variado. Curto Funk putaria , Progressivo, Speed Metal e Música clássica. Mas não curto funk ostentação, Death Metal ou MPB. E é importante frisar, nenhum dos estilos que disse, exceto o funk ostentação, são 100%. E o próprio funk ostentação não é nada contra o estilo em si, mas contra a própria ideia da ostentação.

Sakamoto faz de zueira, só pode

Também não precisa exagerar

Continuar lendo

Onde você estará daqui a 10 anos?

Estava ontem no twitter, conversando sobre alguns temas mais reflexivos. E no papo(que variou entre piadas com defuntos, games e pessoas que me odeiam) surgiu a duvida: Se você pudesse, iria querer saber como seria seu eu no futuro? Ou no caso seu você. Nem começou as viagens sobre o (e no) tempo e já não sei mais quais pronomes ou verbos usar…

Agora estou percebendo uma coisa: Nunca assisti de volta para o futuro...

Vamos dar uma voltinha?

Clique aqui, ligue o Pink Floyd e bora começar a viagem

Os Achievements da vida real

Semana Santa, estou vendo que vocês todos foram para a igreja ou dormiram o feriado todo ou ainda foram idiotas, postando no twitter que comeram carne ontem. Apesar de que é bem possível que tenha alguém que tenha feito as 3 coisas. De todo modo, após uma semana prometendo texto novo e postergando ao máximo estou aqui de volta, mas se acalme que se depender de mim hoje seu dia não será totalmente inútil. Claro que esse texto é inútil, mas ao menos vocês aprenderam uma palavrinha legal para dizer aos seus amores durante uma discussão que você está perdendo e deixá-los confusos, enquanto você vai rapidamente, e escondido, comprar o ovo de pascoa que esqueceu.

Apesar que algo me diz que até você comprar o presente, seu amor já mudou o status do facebook. A propósito o STF deveria esquecer essa bobagem de direitos humanos para Homoafetivos, Negros, gordos e etc e aceitar o status do facebook como documento oficial para estado civil.

E o que tem haver essa papagaiada toda com o texto? Isso quer dizer que se você não comprou o presente com antecedência você, além de passar 5 horas pra comprar o presente e ainda assim ficar brigado, deixou de liberar um achievement na RL(Real Life, que é como as pessoas que não tem uma vida real chamam a vida real).

Tem uma foto mais legal aqui ó http://bit.ly/HonvZt

Achievement Unlocked - Um é bom, dois é ótimo e três é PUTA QUE PARIU

CLique aqui OU NÃO

Como é bom a universidade…

Universidade, esse é o nome de um dos melhores lugares pelos quais passamos na vida. O  melhor deve ser o útero. silencioso, quentinho e alcochoado, só faltava um ipod lotado de I’m from barcelona e Rise against. diz ai.  Na universidade é que conhecemos os maiores amigos, nossos provaveis amores(que 2 anos depois se tornam desafetos) e principalmente a universidade é um lugar de liberdade. E hoje irei falar das coisas boas da universidade.

Na verdade se você já bebeu essa porra você não estava em particular...

Elixir divino que auxilia os universitários de baixa renda à tirar notas boas...

Clique aqui e seja Gummyzado

Existirá uma nova geração de consoles?

Toda indústria passa por 3 fases especificas: Surgimento, Popularização e Estabilidade. E por 30 anos a tecnologia passou pelas 2 primeiras fases de modo extremamente rápido. Só pra você ter uma ideia, entre o motor a vapor até o motor a diesel, durou 90 anos. A mudança do carvão para o petróleo demorou uns 40 anos e da 2° WW até hoje, o petróleo continua sendo a mais usada.

Perceba que nesses exemplos, de uma mudança considerável até outra demora 50 anos. Sabe o que demorou 50 anos na informática? Ir do ENIAC(uma calculadora gigante que fazia 500 calculos por segundo) até o Pentium I. Isso significa reduzir o computador de 30 toneladas pra 5 kg. No mesmo tempo que demorou pra alguém perceber que o 14-bis estava ao contrário. Aliás sabiam que os franceses redesenharam o 14-bis todo pra faze-lo melhor? Já o pessoal nos EUA girou o banco.

E já se passaram 150 palavras e eu não disse sobre o que é esse texto. Deixe eu resumir pra você: A próxima geração de Video games, se existir, será a última.

Roda Crysis?

"O Fio B95482S452M foi desconectado" "Qual é esse?" "Sei lá, desconecte todos e reconecte."

Clique aqui e seja feliz