Tutorial – Como tirar nota 1000 na redação do ENEM

Enquanto pessoas pensam em adquirir conhecimento ou praticar uma habilidade, nós, Homo Brasilis, temos a mania de se preocupar com vestibular, que é pra conseguirmos um diploma inútil que servirá para fazer uma outra prova chamada concurso para passarmos a vida inteira num emprego horrível, ganhando pouco e produzindo menos ainda. Não vou julgá-los, mas faço aqui uma dica, sem zueira, de como tirar nota 1000 no ENEM.

E como é uma redação, sem enrolação, vamos para o texto logo.

Dica n° 1: Abuse de termos “técnicos” das humanas

Sociedade civil, classe, maniqueísmo, neoliberalismo, pós-modernismo, paradigma, ascensão social, desigualdade, não importa. Esses termos servem para dar um ar refinado ao texto, típico de quem sabe do que fala e, em contraste com redações cheias de erros ortográficos, fará o encarregado de dar a nota lacrimejar de orgulho.

Dica n° 2: Fale o que as pessoas querem ouvir

Toda prova do ENEM tem uma premissa “certa”, basicamente, aquela que mais se adequa ao senso comum do pensamento universitário nacional. Na dúvida, é só se perguntar: O que o Jean Wyllys diria no meu lugar? Se você for defender o lado contrário, precisará de argumentos fortes, mas defendendo o padrão, você pode apelar para petições de princípio, non sequitur, entre outras tantas falácias.

Dica n° 3: Enfeite com palavras pouco usadas

Não obstante, demérito, contrassenso, concomitante. Se souber termos latinos, franceses ou ingleses, melhor ainda. Stricto sensu, sine qua non, ad hoc, tutti quanti, establishment… 

Dica n°4: Não conclua nada

O que importa é, somente, fomentar o debate, fale com ar digno de um sábio em todo o texto, mas na conclusão, não afirme algo com convicção, deixe possibilidades em aberto.

Dito tudo isso, ai vai minha redação para o ENEM sobre “publicidade infantil”, onde falarei muito e não direi absolutamente nada.

***

A publicidade infantil é um assunto polêmico entre a sociedade civil, pois atinge o cerne de nosso estilo de vida pós-moderno: A introjeção de valores consumistas desde a tenra infância. Após a guerra fria, entrou nossa sociedade numa nova conjuntura, onde no lugar de estados soberanos em guerra militar, temos grandes corporações em guerra comercial. E é nesse contexto histórico onde a publicidade infantil começou a se tornar prejudicial aos nosso infantes.

A propaganda sempre foi utilizada para fins pouco nobres, mas com o avanço da área chamada de “programação neurolinguística”, o problema se tornou impossível de ignorar. No caso das crianças essa problemática acontece pois, sendo as crianças mais sensíveis aos estímulos exteriores, ela pode ser facilmente manipulada e levada a acreditar precisar comprar um produto porque foi condicionada pela publicidade a acreditar nisso.

Claro, não se deve afirmar, de forma leviana, que a publicidade deveria ser censurada, isso seria uma decisão autocrática que não tem espaço no estado democrático de direito. O âmago do debate é sobre os abusos e são eles que devem ser combatidos, através da participação da sociedade civil junto à administração pública, na construção de normas e políticas públicas que visam combater o efeito maléfico de algumas formas de publicidade. É importante frisar que o Brasil ainda não possui nenhuma regulamentação de publicidade ou mídia, que hoje se resume a um oligopólio de algumas famílias controlando o pensamento nacional. A liberdade exacerbada dos conglomerados de mídia é um problema relacionado à publicidade que não devemos ignorar.

Ad hoc, é necessário a participação ativa da sociedade, principalmente dos pais e das mães, na busca por informação e conhecimento sobre o tema. Ao se falar de manipulação psicológica, tão importante quanto as medidas afirmativas é o debate per si, pois o conhecimento combate a alienação positiva e nos leva em direção ao caminho certo. Assim, deve toda a população, no lugar de fazer conclusões apressadas e se prender aos seus conceitos prévios, fomentar a discussão acadêmica.

Anúncios

Um comentário sobre “Tutorial – Como tirar nota 1000 na redação do ENEM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s