Porque Neymar merece ganhar mais do que um paramédico

10264936_744613985602051_149903027751085378_n

Disclaimer: Esse texto foi postado no facebook, como um comentário à imagem acima. Como muitas pessoas, inclusive eu, gostaram do resultado, postarei ele aqui, para que eu não precise reescrevê-lo, para que não se perca e etc. Dei uma aprimorada nele, já que os comentários do facebook não são tão bons para escrever. Enjoy! Ah sim, leia de mente aberta, talvez você consegua entender um pouco as coisas…

Olha que curioso o reflexo do cara que chuta uma bola. O futebol profissional vive da propaganda. O chute que o jogador dá, é visto por milhões de pessoas e para essas pessoas, outros milhares de publicitários e artistas fazem as propagandas. Por trás dessas propagandas, existem empresas, que com seus investimentos na área de criação e desenvolvimento geram novas tecnologias. Como a Sony, que desenvolve tecnologias de comunicação, que podem ser usadas por bombeiros para conseguirem melhorar os atendimentos às emergências. A adidas e a Nike desenvolvem vestimentas especiais, como o tecido dry fit, que não acumula suor, o que pode ser bem cômodo para os operários enquanto trabalham em fábricas de tecido anti-chamas, usadas por esses bombeiros. A tecnologia para a criação das bolas envolvem criações de métodos avançados de simular em computador as condições da física real, que são usadas nas bolas, mas podem ser usadas por engenheiros pra evitar acidentes, assim como bombeiros para criar um plano seguro de resgate.

O chute desse cara, diverte milhões de pessoas, inclusive bombeiros, não um, mas vários, assim como diverte, de forma BARATA milhões de operários, que após tanto trabalhar criando as ferramentas de salvar vidas, descansam no domingo para na segunda, voltar a fabricar, com vigor reabastecido. O lazer faz com que a tristeza e a luta do dia a dia compensem pela felicidade de um trabalhador passar duas horas de seu domingo assistindo e torcendo.

Olha só, esse cara, que ganha 400 vezes mais, não salva ninguém diretamente, mas indiretamente, a diversão que trás às pessoas faz com que ele tenha uma função na sociedade. Compare os índices de felicidade, crescentes, da idade média até hoje e veja como o lazer deixou de ser meramente uma coisa pros nobres e reis, para ser globalizado, graças ao capitalismo e a meritocracia. Graças a essa mesma meritocracia que “paga mal” (a culpa é dos governos e dos sindicatos, mas mesmo que não fosse, o capitalismo fez sua parte em melhorar a vida do pobre), uma pessoa assistida por milhões de pessoas que são tratadas como os reis do século XVII, com direito à shows para esse que é o maior senhor do cenário capitalista: O consumidor. Cada operário tendo o direito à assistir seu coliseu num pedaço de plástico com radiações e eletricidade, como se fosse um César que assiste as disputas num lugar confortável e com ótima visão.

De toda forma, o que parece injusto, não o é, aliás, se ele ganha 400 vezes mais, é porque de alguma forma seu trabalho vale isso. Um salva vidas salva uma pessoa por vez, mas um famoso, de maneira indireta, melhora, infimamente que seja, a vida de milhões. Não somente o jogador de futebol, mas o escritor, o ator, o músico. O primeiro é mais nobre? Claro. Pessoas que arriscam sua vida pela do outro mereciam ser aplaudidas sempre na nossa sociedade. Aplausos entusiasmados seriam merecidos todas as vezes que um paramédico da Samu entra na fila do Self Service. Mas para dar o que é merecido à esses, não desmereça o trabalho do cara que chuta uma bola. Mesmo que não seja o que você gosta, mesmo que não seja o que você considera prioridade, mesmo que não seja grandes coisas, ele tem seu valor para a sociedade. Todo trabalho é digno, até mesmo os que pagam bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s