Mimimi maior, mais chato e mais gay que já fiz até hoje.

Eu não dou muito valor ao feriado do ano novo (Réveillon Du Jour De L’an como costumam dizer os hipsters babacas), afinal é só uma mudança de data que quando muda alguma coisa, muda pra pior, como no bug do milênio. Entretanto, eu sempre gostei de fazer textos mais reflexivos aqui em certas épocas, como no meu aniversário ou no natal. Como estava com preguiça em ambas as datas, vou fazer agora, pra não ter que fazer no carnaval.

Esse ano mudou muita coisa na minha vida. algumas positivas, outras negativas, mas não vou dividir de tal forma, vou dividir em vida material e vida virtual. Na minha vida real, esse ano teve várias mudanças significativas no modus operandi da minha vida. Sai da porcaria do Ensino médio e entrei numa Universidade. Curso de direito, que além de formar “adevogados”, costuma servir também como diploma de babaquice. Quem já passou por essa mudança sabe como é diferente, surpreendente e muito libertador. Se ignorar o fato de que eu tive que estudar PRA CARALHO, essa seria a melhor experiência da minha vida.

Tá bom, não estudei PRA CARALHO, mas tive que estudar muito.

Outra mudança significativa foi que comecei a trabalhar de verdade com meu pai. Sabe quando você pensa que conhece uma pessoa e ao conviver no dia a dia com ela descobre que ela é muito mais do que aquilo que você sabia? Estando todo dia próximo ao meu pai percebi que apesar do jeito desleixado e calmo dele, ele é uma pessoa MUITO GENIAL! É difícil entender o que ele pensa, é fato, mas normalmente ele costuma acertar bem mais do que ele erra. Ele é teimoso e não admite estar errado, mesmo que isso lhe cause prejuizo, é verdade. Mas como ele me deu um carro, não vou reclamar dele, ok? O carro foi outra mudança que apesar de ter acontecido a menos de uma semana, já mudou muito minha vida. Agora eu posso escutar Rush em som alto sem ninguém reclamar…

De modo geral, por causa de todas essas mudanças, eu vivi bem mais a vida, assim como consegui ter orgulho de ter feito as coisas por mim mesmo. Errei muito também, mas como quem pagou o prejuízo de tudo foi a minha própria pessoa, não irei citar o negativo aqui. Em compensação á isso, eu tenho bem menos tempo pra ficar de boa fazendo nada. Fazer o quê né, é a parte ruim de deixar de ser adolescente pra virar um Jovem Adulto. Deal With It…

Quanto a minha vida virtual, conheci muita gente legal esse ano, entretanto, tenho que abrir uma parte especial pra um cara: Ô MAICACO, VOCÊ É FODA PRA CARALHO VIU CARA! Se na minha vida real, eu conquistei tudo dando o meu jeito, me virando como pudia, na internet, posso dizer que quase tudo de legal que conheci esse ano foi indicação do Michel Lacerda. Muitos amigos(de quem falarei mais a frente), muitas bandas legais, muitas coisas engraçadas da internet que me deixaram com falta de ar de tanto rir e claro, muitos xingamentos quando eu falava besteira(no melhor estilo  É O MEU JEITINHO de twittar).

No dia que você me indicar um canal tão legal quanto esse, você recebe um paragrafo só pra você, ok?

Conheci esse ano o Lucas Dressler, um cara meio porra louca, mas muito legal. Dono do Mamutegeek.com e que quando nem me conhecia, me convidou pra fazer parte de uma das coisas mais legais que eu já fiz em minha curta vida. Teve também o Thiago Macarini, um cara que eu ainda não conheci tão bem assim, é verdade, mas que eu acho muito legal. Uma pessoa que eu já conhecia(eu acho, não lembro exatamente onde termina 2011 e começa 2012) mas que vim conhecer melhor esse ano foi o Renan Ferrari, um cara muito ativo na internet, que conheci através do André Barreto(amigo de quem me afastei um pouco, mas que ainda acho uma pessoa legal). Se sempre achei o Renan um cara legal, virei fã dele quando descobri que ele é um dos criadores do Aplicativo Do Dia. E se você tem um smartphone e não sabeque site é esse, tá perdendo muita coisa viu…

Saindo da parte social media, conheci 3 galeras que apesar do pouco contato que tive até agora, gostei de conhecer. A galera do Japão, Rancharia e a #Zueiracorp. A primeira e a segunda foi um pessoal que eu conheci, a maioria de intrometido, ao ver o maique dando vários rts. Bruno, Igor, Gustavo, Rafael e outros que apesar d’eu nunca ter mandado uma unica mention, sigo no twitter e acho legais. O pessoal de Rancharia é a Yuba(que na verdade é do paraná, tô falando merda), o Lucas Rossi(a quem chamo só de lucas na maior parte das vezes, já que sabe-se lá porque, chamo o outro de Dressler), O Igor Yoozen (uma das poucas pessoas que se encaixam na definição de gente boa e gordo ao mesmo tempo) e o Marcos Mosso, o que tive menos contato, mas que demonstrou ser um cara bem legal também.

E pra quem tá achando que esse é um texto que só fala do maique, a Zueira Corp é um pessoa que conheci a pouco tempo, formada pelo Valney(brother de anos, conheci por intermédio do Felipe Neto), Jeferson Paz e Synthozoid(que não faço a menor ideia de qual é o nome). Tive pouco contato com eles até agora, mas como me fazem rir diariamente, já vale a menção. É engraçado como eu, que sempre fui um cara com poucos amigos, consegui conhecer tanta gente esse ano. Sei que mesmo em um texto de mil palavras, fica difícil citar todo mundo. Teve muitos que tive pouco contato, assim como tem muitas pessoas com quem tive algum contato, mas não sei como classificar ou descrever, como a Isa e a Ruth, a Fabi e a Dra Lais( outra que conheço a mais de 3 anos e que futuramente será a advogada bonita mais bem sucedida do país).

Pra deixar mencionado aqui também, falarei duma galera com quem tenho mais contato no facebook. Yarin Albuheis, Monique Rocha, Johnny Dória, André Luís, David Rafael, Hugo Andrade e Yuri Ramalho. Os 2 ultimos meliantes eu conheço a MUITOS ANOS, outros conheço a poucos, mas todos são  amigos meus que já me ajudaram, me divertiram e tudo mais. Outras que merecem menção são a Marina Figueiredo e a Tamires Oliveira, duas pessoas que me ajudaram muito a passar nas matérias da universidade. Tem também o Tiago Anchieta, um “otaquinho” tão viciado em animês, mangas e jogos de rpg japoneses que as vezes irrita, mas que é um cara muito legal. Tão legal que aposto que será um dos poucos que lerá isso até aqui. Eu não leria… =D

Tem muitas outras pessoas que merecem serem citadas, mas que por eu ter certeza de que não lerão isso aqui, nem vou escrever. Uma galera muito gente boa da Universidade, outros do trabalho, outros ainda do IDFG e muitas pessoas com quem interajo diariamente no twitter, no facebook, na rua e porque não, em botecos? Se você não leu seu nome aqui, não fique triste, é só falar comigo que caso eu não falei porque pensei que não ia ler, eu escrevo no próximo mimimi gigante. Eu prometo.

Pra finalizar o texto, uma música intimista cuja indutância nessa época do ano é inquestionável. Quem entendeu me add.

The season’s upon us, it’s that time of year
Brandy and eggnog, there’s plenty of cheer
There’s lights on the trees and there’s wreaths to be hung
There’s mischief and mayhem and songs to be sung

Anúncios

8 comentários sobre “Mimimi maior, mais chato e mais gay que já fiz até hoje.

  1. FIRST COM PROTEÇÃO ANTI QUALQUER COISA NO CU.

    Zueiras a parte, então Matheus, acho que dividimos o mesmo sentimento, mas em relação à pessoas diferentes. O que não torna isso menos especial. Não vou botar uma caralhada de comentários aqui, mas gostaria muito de agradecer a você, por que apesar das minhas zueiras e o jeitão explosivo, em nenhum momento falei algo na intenção de te magoar, sempre 4thelulz.
    Que 2k13 seja tão fodasticamente glorioso quanto foi 2k12.
    Agora, pelamor de Deus, para de ouvir forró e curtir tetas pretas, QUE EU SEI QUE TU SE AMARRA!

    • Cara, nada do que você falou me magoou até hoje. Posso ter esse jeito babaca, mas sei quando tô falando merda. E sei que apesar d’eu não ser seu melhor amigo, irmão por quem você lamberia uma teta negra suada com cocada, sei que tu é amigo meu. E esse ano de 2012 você foi uma das pessoas com quem mais conversei, além de ter me proporcionado conhecer muitos amigos, então a homenagem é válida. Valeu Miike.

      PS: Pau na boca do first

  2. Curti teu texto brow, você fala das amizades internéticas como se elas fossem reais, isso é bem legal porque é a mais pura verdade!!! Embora de amigos de internét (tirando os que eu conheci pessoalmente e convivi um tempo) eu tenha poucos, porem separados em vários grupos, o primeiro seria o “grupo de elite” que seria você e o MAIQUE, o segundo os “brother do Japao” que são os que eu não conheci no tempo que tava lá (Igor, Leandro e Rubens) e tem o “galera que curte one piece” que conheci todos no começo de agosto desse ano.

    Outra coisa, porque vc consegue chamar o Lucas Dressler de Dresseler mas não consegue chamar o Rossi de Rossi?! será que é maldição de Rancharia que só a gente daqui chama ele assim? tanto a Yuu ou o maique que são de fora tbm só chamam ele de Lucas…. estranho, muito estranho.

    AH e para de escrever “ninguem vai ler até aqui blá blá blá” porque se você escreveu, é CERTEZA que alguem vai ler, se não você podia botar tipo ” aeueidknvufpwenvrspiaiqiuvnurpsinvuniwnfnqui….” tipo uns 7 parágrafos disso, e pronto, esse é o seu texto de Retrospectiva 2012, afinal, qual a diferença ter palavras formando frases/textos ou letras sem sentido?! ninguem vai ler mesmo

    OBS: sou considerado tão legal quanto o Tiago Anchieta por ler o texto todo?! UHEAOIUHEIUEHIEIOUHEAUIAHEIUHAAHEIAUHA flws

    • Amizades de internet são reais. Claro que tem suas limitações, assim como você não fala do trabalho na universidade, ou sobre sua tia ao seu chefe, mas tem como ponto bom a imparcialidade. Se eu falar uma merda na vida real, muitos vão dar aquele riso falso e mudar de assunto, na internet meus amigos falariam um simples “vá se foder”.

      Quanto a chamar o Lucas por Rossi, de vez em quando eu falo assim, mas como ele é mais inativo, prefiro usar a @ dele. Enquanto isso posso falar dressley, que ele provavelmente lerá. Assim como o #Michel/Maique/Miikechardilison.

      E quanto ao “acho que ninguém vai ler”, é porque realmente acho isso. Textos de 1200 palavras são cansativos se não tiverem algo que prenda a atenção. Como é um texto bem emocional, é mais comum as pessoas lerem por alto. Não sei se foi aqui ou no facebook, mas já fiz isso de colocar uma receita no meio de um texto gigante e ninguém perceber.

      E por fim, quanto a ser tão legal quanto ao Tiago, acredito que seja, mas com certeza o fanatismo por One Piece é algo que ambos dividem… =D

      PS: Pode escrever textos gigantes como comentários aqui, que eu leio.

  3. Primeiramente, obrigado por me citar no texto! No começo eu te achava bem “intrometido” mesmo hahah mas não do jeito ruim, eu achava engraçado como vc mandava um reply ou me mencionava sem o ´@´ (não estava acostumado a isso, por isso achava estranho)
    Agora de boa, já te considero um amigo internético também!

    Obs: fiquei dando uma olhada nos seus textos anteriores, alguns muito engraçados (vc é basicamente um discípulo do Izzy Nobre!) outro nem tanto hahaha vou começar a ler com mais frequencia (portanto, mantenha atualizado!)

    É isso aí cara, feliz ano novo e tudo de bom.

    Abraços

    • Sobre me considerar uma amigo, =D

      Quanto ao blog, realmente, esse blog foi muito inspirado no Hbd, tanto que o primeiro nome que pensei foi hoje é um péssimo dia, assim como o 1° layout foi mega inspirado no layout antigo do HBDIA(com permissão do Izzy). Pena que os textos não tenham a mesma qualidade. Tento manter bem atualizado, mas muitas vezes é complicado, por falta de pauta. Não se preocupe, quando sair texto novo eu aviso : )

      obrigado pela preferência. Nos vemos no twitter…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s