Como é bom a universidade…

Universidade, esse é o nome de um dos melhores lugares pelos quais passamos na vida. O  melhor deve ser o útero. silencioso, quentinho e alcochoado, só faltava um ipod lotado de I’m from barcelona e Rise against. diz ai.  Na universidade é que conhecemos os maiores amigos, nossos provaveis amores(que 2 anos depois se tornam desafetos) e principalmente a universidade é um lugar de liberdade. E hoje irei falar das coisas boas da universidade.

Na verdade se você já bebeu essa porra você não estava em particular...

Elixir divino que auxilia os universitários de baixa renda à tirar notas boas...

Eu sempre odiei o ensino médio. Regras imbecis que só serviam pra dar uma ideia de pseudo-disciplina. Três anos tentando fazer lobotomia nos outros falando só de vestibular, decisão de futuro, ano mais importante da vida, tudo pra aprovar um numero maior de pessoas e assim fazer sua propaganda(que aliás não adianta de porra nenhuma). Exigir maturidade de adolescentes tratando-os como crianças nunca foi, não é, nem nunca será uma boa ideia. Inclusive, desde que sai do Mossad Instituto Dom Fernando Gomes(que trocadilho tosco…) eu nunca participei daquela “reunião” onde se reune 40 pessoas que até 15 dias atrás não se falavam. Meus amigos eu procuro visitar ou manter alguma próximidade no facebook. O resto eu quero que se foda junto com o colégio. Quantidade de “amigos” só servem pra retardados forever alone em rede sociais.

A maior diferença entre o ensino médio e o superior é que enquanto um fala “ou você faz o que eu mandar ou você se fode” o superior fala “faça o que quiser e se fode ai”. Aliás, ter o direito de sair e entrar na hora que eu quiser fez eu assistir mais aulas do que eu assistia no ensino médio. E ai vem a maior verdade que qualquer pessoa vai encontrar: O ensino superior não ensina PORRA NENHUMA!

Entretanto ela é importante para você ter algum network e principalmente para que você possa amadurecer. Claro, que o amadurecer na universidade leva a coisas contraditórias, que o adolescente de dois anos atrás nunca faria no ensino médio. Por exemplo, soltar pipa junto aos colegas.

Engraçado a maturidade. Enquanto na escola a maioria das coisas eram tabus ou então atos de extrema rebeldia, as coisas são bem mais liberais na universidade. Mulheres falando de putaria sem ter vergonha, gente fumando em todo canto, pessoas que passam meses sem entrar no bloco, apesar de irem pra universidade todo dia. É o lugar dos sonhos, só falta colocar postes de poledancing com dançarinas e uma internet melhor na wi-fi…

Aliás, os professores são muito loucos. Tenho um professor loiro de dreads que saiu do Rio Grande do sul e já viajou diversos paises em uma Kombi, assim como tenho um professor gordinho que fica dando dicas de como os homens devem agir(isso tudo com um sotaque tão chiado que as vezes incomoda). São pessoas muito legais, apesar de muitos deles provavelmente me acharem um vagabundo que sempre chega 20 minutos atrasado, fica a aula toda jogando no celular e sai uns 15 minutos antes…

É curioso que nos seus 15 anos o seu sonho é parecer “maduro” e quando você realmente começa a amadurecer você liga o foda-se pra isso. Garotas de 14 anos achariam que o bando de marmanjos soltando pipa seriam “crianções”. As mulheres da universidade acha que somos engraçados e legais. Talvez a parte do legal não se aplique a mim, mas o engraçado é certeza, só me pergunto se elas riem de mim ou comigo…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s