E na hora da morte todo mundo é fã…

Admita que a resposta é não

Sem contexto nenhum, você saberia dizer quem é esse cara que você é fã?

É sempre a mesma porra no Brasil(e no mundo todo aliás). Morre alguém em circustâncias trágicas, ou uma pessoa que é ou já foi conhecida, todo mundo fica comentando e declarando “luto”, se dizendo “triste”. É incrível a capacidade humana de fingir ser, ter e sentir algo sem nenhum objetivo, ganho ou conforto por causa disso.

E eu acho que isso é a coisa mais triste que tem pra um artista, saber que o pessoal só vai relembra-lo pelas coisas “boas” que fez quando ele não puder mais aproveitar esse carinho. De que adianta para o  Wando, que passou anos sem ser lembrado ou até mesmo citado, ter uma recepção calorosa em seu enterro? Porque iria se importar o Michael Jackson em ser socialmente absolvido da pedofilia ,a qual foi provada ser uma farsa, quando ele estava morto? De que adianta a mídia mostrar a bela voz de Amy Winehouse em todos os canais quando ela não pode ouvir? De que adianta o pessoal lembrar do brilhantismo de Jobs quando ele já tinha morrido?

Esses que são fãs deles eram os mesmos que ficavam só fazendo piada e criticando-os. Hoje todos os pseudo-intelectuais que diziam que o Wando era um péssimo cantor, se diz triste. Assim como o mesmo pessoal que dizia que o Michael Jackson era um monstro e fez o cara ficar mais depressivo do que ele sempre foi, fez ele voltar ao topo da billboard após a sua morte. E os fãs do Beatles que só faziam criticar o John Lennon, até que ele fosse morto por um fã um pouco mais louco e imbecil que os demais?

E o pior não é ter ocorrido no passado, é saber que ocorrerá no futuro. Esqueceremos da gordura e lembraremos do futebol do Ronaldo quando ele morrer. Rubinho, aquele que é considerado a escória do automobilismo hoje no Brasil, será considerado como um dos mais ilustres pilotos do nosso país. E o Bill Gates, que hoje é considerado somente um ser extremamente capitalista e filha da puta, mas quando ele perecer será lembrado como o cara que popularizou o Computador pessoal e que doou BILHÕES para Ongs.

Cada pessoa tem sua parte boa e ruim. Mas porque só podemos lembrar das qualidades quando a pessoa não pode mais se sentir querida? Se existe algo pior que uma pessoa não ser reconhecida pelos seus grandes trabalhos, provavelmente é ser reconhecido quando já morreu e nada disso pode te alegrar.

Ouvi dizer já por duas vezes que o Guesa Errante será lido 50 anos depois; entristeci – decepção de quem escreve 50 anos antes. Sousândrade

OBS: Antes que aja um mal entendido, eu entendo que uma morte normalmente é algo triste, mas ele ter morrido não faz a menor diferença na minha vida e não me entristece ou incomoda. Nunca escutei realmente uma música dele, nunca vi ele em lugar algum. Deixo meus pêsames para todas as pessoas que perderam pessoas queridas. Sendo elas famosas ou não.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s