chocolate_p

Sobre preços altos, custo benefício e boicotes

As coisas são caras no Brasil. Quantas vezes já escutamos isso não é? Existem inúmeras teses famosas que explicam isso. Impostos, empresas mercenárias, problemas econômicos e até mesmo a cultura do brasileiro. Mas isso tudo é uma análise profunda que ignora o óbvio: Os preços são altos porque compramos. Não importa quão controlada seja uma economia, ela sempre obedecerá, de um jeito ou de outro, a chamada lei da oferta e da demanda, que por sua vez, obedece a lei da escassez.

Nada é infinito no universo. Qualquer coisa tem um limite na quantidade em que está disponível para o uso. É o que um negro que não precisou de cotas e de camisa do PSTU, Thomas Sowell, chama de lei da escassez. A relação direta entre a quantidade que existe de algo num sistema (oferta) e o desejo em usufruir daquilo (demanda) está relacionado à vida desde sempre e afeta tudo diretamente, da evolução natural das espécies ao ovo de chocolate que custa cinquentão. Um preço é uma relação direta entre a quantidade que as pessoas desejam algo e a quantidade que existe esse algo. Assim, o desejo é fator importante no preço. Apesar de ambos serem silício, um pedaço de vidro e um processador não tem o mesmo valor. Basicamente porque as pessoas preferem a utilidade de um processador à de um pote de vidro.

Duzentas palavras e não falei nada que não seja óbvio, só que em termos difíceis para parecer inteligente. Pra facilitar sua vida, amigo preguiçoso, estou te fazendo focar onde começa o assunto de verdade. Tudo que escrevi acima é pra explicar o seguinte: Um preço tem relação direta com o quanto o consumidor quer algo. Bata o pé, faça passeata contra o capitalismo se quiser, mas o fato é que, para a população, o ovo de páscoa não está caro. Algo “caro” é algo que não vale a pena ser comprado. Se estivessem realmente caros, poucas pessoas comprariam, o que vendo as filas que vi essa semana, não é verdade. O fundamento mais importante que uma teoria deve ter é o da realidade. Sem isso, é inútil. E ai, escuta uma musiquinha pra esquecer o seu fracasso como analista de qualquer coisa.

Continue lendo

É o amor…


“Amor é acordar o companheiro de manhã com um boquete” - Israel Nobre

Se eu fosse fazer alguma aposta com alguém de  “qual o termo mais usado na história da humanidade, considerando todas as variações de todos os idiomas, eu chutaria “amor”. Esse sentimento é, de modo geral, algo perene em nossa cultura. E tal qual reacionário “beleza”, normalmente as pessoas são incapazes de conceituar um termo que usam diariamente.

Antes de mais nada, admito que gosto de pensar sobre coisas desnecessárias. Provavelmente, o que está escrito aqui, se é que você vai chegar ao final, não vai fazer diferença nenhuma em sua vida. Também admito que sou um analfabeto filosófico e alguém provavelmente já falou o que eu disse. Então, se quiserem continuar esse texto, tenham em mente essas coisas:

1° – Esse texto não é uma verdade inexorável, é só minha visão.

1.5° – Inexóravel se pronuncia “inêzôrávéu” e você sempre esteve errado.

2° – Nada do que for escrito aqui tem embasamento em escola filosófica, psicológica ou neurológica nenhuma. É só um pensamento livre de uma mente burra (ou como prefiro, filosoficamente não contaminada, porque pensar com a conclusão dos outros é fácil). Dito isso, prosseguirei.

cthulhu

 

Continue lendo

Correria

“Estou na correria” é uma frase muito dita quando alguém que você não vê a algum tempo se bate contigo. Bem, normalmente é mentira e o maluco é mega desocupado e não faz nada da vida, mas é aquela velha questão de prioridades. Conversar com gente chata é menos importante do que assistir Divertics coçando o saco, por dentro da cueca.

PS: Joguem Mirror's Edge, que é foda

PS: Joguem Mirror’s Edge, que é foda

Mas, hoje, o termo Correria se aplica bem ao meu final de ano. Basicamente, das férias de Julho pra cá, projetos sairam do papel, reviravoltas, problemas, soluções, muita coisa apareceu. É aquele negócio né, o gigante acordou e pra não dizer que ele é incopetente, tinha que fazer algo na vida de alguém. E na verdade, o problema nem são as mudanças em si, o problema é que muita coisa ainda está acontecendo em estado inicial. Além disso, tem muita coisa que já está planejada pra eu viver, que provavelmente mudará muita coisa. Então dessa vez vou ficar devendo, Okey?

Favoritem e me cobrem as retrospectiva em agosto.

Sobre o radicalismo musical, plágios e o egocentrismo…

Um substantivo é um termo que define um ser ou uma coisa. E é inerente à linguística a habilidade de passar juízo de valor através da conceituação de termos. Para algumas pessoas, o conceito de uma pessoa musicalmente eclética é uma pessoa aberta a novas possibilidades, que não restringe, através de preconceitos, o conhecimento de novas músicas. Por outro lado, ecléticos podem ser definidos como pessoas indecisas e sem senso crítico, que gostam de tudo.

Dito isso, admito que sou uma pessoa de gosto (e desgosto) musical extremamente variado. Curto Funk putaria , Progressivo, Speed Metal e Música clássica. Mas não curto funk ostentação, Death Metal ou MPB. E é importante frisar, nenhum dos estilos que disse, exceto o funk ostentação, são 100%. E o próprio funk ostentação não é nada contra o estilo em si, mas contra a própria ideia da ostentação.

Sakamoto faz de zueira, só pode

Também não precisa exagerar

Continue lendo

Hoje, meu lado inocente e esperançoso levou um tapa. O mensalão terá os embargos infrigentes, embargos de declaração sobre embargos infringentes e agravos sobre os embargos de declaração. O ciclo que prescreve tudo se completa. Pra mim, sinceramente, nunca me importou o caso prático. 174 milhões em 2 anos é, para um país que arrecada trilhões, nada. O que importava era os significado das coisas. A compra de votos de deputados é, antes de tudo, uma ofensa à democracia. A corrupção para acrescentar impostos é os deputados abaixando as calças, fazendo “o helicoptero” e dando tapa na cara dos cidadãos.

E um julgamento de meses, num processo de anos, ser anulado e começar tudo de novo, é os partidos fazendo no STF o que sempre fizeram nos DCEs das universidades: Fazendo infinitas votações até conseguir um resultado que lhe satisfaça. Me incomoda tal situação porque mostra que a ditadura de 64 nunca acabou, continuamos presos nos nossos grilhões. Antes eramos cachorros amarrados pelas leis absurdas, hoje somos cachorros amansados. Cadê o gigante? Tá lá tomando gardenal com vodka na veia.

O resultado do processo agora é óbvio, Com um pessoal trabalhando, quase que literalmente, de advogado do diabo, fica difícil. O que me corroi não é ser feito de otário, é perceber que a tendencia é só piorar. A jurisprudencia foi feita hoje: O caso de corrupção que não acabar em absolvição deve acabar em prescrição. Bom, foda-se tudo, se era para deixá-los em liberdade, poderiam ter feito isso mais rápido. Pelo menos economizava os papéis superfaturados que devem ter usados para a impressão de 10 mil páginas…

Obama, se você estiver lendo isso, deixa a síria lá e invada o brasil, aposto que nem vai ter revide. E olhe pelo lado bom, o pessoal que iria atrapalhar o seu governo tu não precisa nem deixar em Guantánamo, pode jogar todo mundo no resto de cuba mesmo que eles adorarão.

Bom, no fim das contas, foda-se o mundo. E parabéns a todos os envolvidos.

Por Editor Sagaz Postado em PORN

Dicas do gordo – Como ir ao supermercado sem passar raiva

Existem algumas situações negativas que o ser humano tem que experimentar em sua  vida, para se tornar adulto. Enquanto em algumas tribos o rito corresponde a fatiar seu bem mais importante e arriscar o segundo mais importante que detêm (o orgão sexual e a vida, respectivamente), no “mundo civilizado” passamos por experiências mais leves, mas ainda assim ruins, como ter que resolver problemas de documentos em orgãos públicos, ser obrigado a trabalhar para comprar doritos, coca-cola e pra pagar a internet e por ai vai.

Mas existe 3 coisas que indicam que você se tornou adulto: pagar contas, fazer compras e sofrer por amor.

O 1° e o 3° são auto-explicativos, mas o segundo levanta confusões. Como assim é ruim fazer compras?

Não falo de comprar roupa/jogos e qualquer coisa relacionado a lazer. Falo de comprar comida não pronta, produtos de limpeza e todas aquelas coisas que são necessárias e que te dão mais trabalho quando chegar em casa. E para evitar que você sofra, farei um manual de como ser um cliente inteligente, que consegue resolver seus problemas com facilidade num supermercado. Vamos lá:

hiper-11

Se você ao ver essa imagem, já fica impaciente, imagina o funcionário como tá…

Clique aqui senão próxima vez que for à um supermercado, pegará um caixa em treinamento

Midia Golpista! Governo Golpista! Oposição Golpista! Todo mundo dá golpe. Adivinhe quem apanha…

Esse mês a coisa pegou aqui no Brasil. Revoltas, milhares de pessoas apanhando da polícia por protestar e a cada dia vinha mais gente. E ai aparece a Dilma, falando besteira atrás de besteira. Mas uma dessas besteiras o pessoal ainda não entendeu. O assunto da semana passada e dessa é sobre golpe de estado. Alguns falam em relação aos reacionários estarem preparando um golpe militar, como o de 64, outros falam no desejo da esquerda de fazer um golpe tipo a Revolução Russa. Tem os que acham que vai ser um “golpe democrático” tipo o chavismo da Venezuela. E alguns gritam atoa, sem saber exatamente quem eles consideram inimigos. Ficam como imbecis gritando “ISSO ESTÁ ERRADO!” mas não sabe o que é que está errado, porque está errado e quem pode corrigir.

CALMA! Na verdade ficar um pouco nervoso é bom, mas não entre em pânico ainda. Acho que raiva e indignação são sentimentos melhores para o momento. Melhor perceber que foi feito de besta do que ser massa de manobra. Não se trata de impor uma ditadura. Se trata de fazer retrocessos. Mas antes de mais nada é necessário entender 3 conceitos: Quorum de aprovação, Poder Constituinte e Emenda Constitucional.

Continue lendo

A Incrível(e inútil) habilidade de montar um cubo mágico

Acho que todo mundo passou por duas grandes decepções durante a infância: Perceber que álbuns de figurinhas que dão prêmios como Mega Drive/Nintendo 64 são enganações e se ver incapaz de montar um cubo mágico. Eu sempre gostei do tal rubik’s cube, mas a verdade é que enquanto eu era uma criança gordinha e extremamente irritante, nunca consegui montar aquela porcaria. Quer dizer, até conseguia montar, mas de uma forma que exigia um pouco mais de força física do que intelecto. Em toda minha infância tive variados cubos e todos eles tiveram o mesmo fim: Ficaram destruidos de tanto montar e desmontar as peças.

Dê um salto para 2013: No começo do ano uma das minhas irmãs ganhou um cubo mágico, desses de 4 reais e como qualquer criança, após girar muito e não montar nada, jogou o cubo em qualquer canto. Eu achei esse cubo e fui brincar um pouco com ele. E aquelas lembranças d’eu incapaz de sequer fazer um lado me voltou a mente. Um trauma que voltava a tona.

Clique aqui para descobrir como eu consegui garantir que morrerei sem que uma única fodinha seja dada

Não fale isso, porque muita gente queria estar no seu lugar…

Sabe aquele ditado “dois pesos, duas medidas”? Acredito que ele foi criado quando analisaram como o ser humano enxerga sua própria vida e como vê a vida dos outros. Eu sou uma pessoa relativamente abastada, com uma vida que pode ser melhor descrita como “sem grandes dificuldades”. E imagino que muitos de vocês que lerão isso aqui são pessoas ainda sustentadas pelos pais, então acredito que vocês ouvem ou já ouviram muito essa frase aqui: “Não reclame, você não imagina quantas pessoas queriam estar no seu lugar”.

Montagens toscas, você só encontra em blogs como esse...

Montagens toscas, você só encontra em blogs como esse…

Continue lendo

Mimimi maior, mais chato e mais gay que já fiz até hoje.

Eu não dou muito valor ao feriado do ano novo (Réveillon Du Jour De L’an como costumam dizer os hipsters babacas), afinal é só uma mudança de data que quando muda alguma coisa, muda pra pior, como no bug do milênio. Entretanto, eu sempre gostei de fazer textos mais reflexivos aqui em certas épocas, como no meu aniversário ou no natal. Como estava com preguiça em ambas as datas, vou fazer agora, pra não ter que fazer no carnaval.

Continue lendo

Por Editor Sagaz Postado em PORN